Facebook Twitter Instagram
FacebookTwitterInstagramGoogle +e-mail

 


Confira as dicas da Fada dos Dentes e compartilhe com seus amigos! :)

Primeira consulta

O momento certo de levar uma criança para a sua primeira avaliação odontológica costuma gerar dúvidas entre os pais. É recomendado que esta visita ocorra ainda no primeiro ano de vida. Familiarizar a criança com o amigo dentista desde cedo é muito importante para o desenvolvimento da confiança paciente/dentista. As consultas preventivas são sempre agradáveis. Os pais recebem orientações sobre como deve ser feita a higiene bucal da criança, motivando-a a bons hábitos de higiene desde cedo e muitas outras informações importantes para a condução do seu desenvolvimento.

Por que amamentar?

Além do aspecto nutricional, a amamentação no peito favorece o desenvolvimento das estruturas da face, preparando a criança para receber os primeiros alimentos. O seu bebê deverá fazer esforço para sugar o leite materno, o que exercita e fortalece os músculos. É normal que os bebês fiquem suadinhos e cansados devido ao esforço. A amamentação no peito é mais lenta, mais trabalhosa, com pequenos intervalos para a respiração e exercita muito mais quando comparada ao uso de mamadeiras. Assim seu bebê ficará satisfeito de sucção e não será necessário o uso de chupetas. A amamentação no peito, quando possível, deve ser exclusiva nos primeiros seis meses de vida.

eCard

Dentição decídua (dentes de leite)

Composta por 20 pequenos dentes, ela normalmente se completa aos dois anos e meio de idade.
Esses dentinhos são fundamentais para o desenvolvimento da mastigação. Nesta fase, a criança já tem capacidade de mastigar alimentos mais duros e secos, importantes para a estimular o seu crescimento.

Alimentação

Dos dois anos e meio aos seis anos de idade devemos estimular o crescimento dos maxilares através da mastigação de alimentos mais durinhos.
Alimentos como a cenoura, o milho cozido, as torradinhas e a maçã, são estimuladores de desenvolvimento por serem mais resistentes. Alimentos muito molinhos, cozidos, moidos ou ralados, não colaboram para o crescimento dos maxilares.
Fique atento a esta dica e não facilite a alimentação das crianças!

Respiração

Respirar pela boca prejudica o desenvolvimento dos ossos e o posicionamento dos dentes! Crianças com respiração bucal estão sempre com os lábios entreabertos e devem ser tratadas com atenção. Este tipo de respiração, quando não corrigida, normalmente causa deformações. Consulte o seu médico e o seu dentista para um avaliação.

Mastigação

É o melhor exercício para o desenvolvimento dos dentes. Uma boca que mastiga dos dois lados, terá um bom desenvolvimento e estará pronta para receber os dentes permanentes (que são maiores em número e tamanho).
Mastigue bem os alimentos e sem pressa!

Troca da dentição

A troca da dentição tem início por volta dos 6 anos de idade. A dentição permanente é muito maior em número (ao todo são 32 dentes) e em tamanho (volume dos dentes). Portanto, nessa idade os maxilares já devem estar bastante desenvolvidos para receberem os dentes permanentes.

Voltar

 



Copyright © 2015 - A Fada dos Dentes ® | Todos os direitos reservados.